Moradores passam a ter mais tranquilidade com nova contenção de encosta entregue pela CONDER

Área de Atuação
Habitação, Encostas e Macrodrenagem
 Trata-se do maior programa de estabilização já realizado na capital baiana.

As famílias da Rua Quinta dos Lázaros e seu entorno, no bairro de Cidade Nova, em Salvador, passam a dormir com mais tranquilidade com a conclusão dos serviços de contenção de encosta na localidade. O governador Rui Costa entregou na manhã desta terça-feira (13) à população mais uma obra que beneficia cerca dois mil moradores. A iniciativa integra o Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais, em execução pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER), vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur). 

Rui Costa destacou que somente naquela região há 11 obras de encostas. “Eu quero reafirmar aqui o nosso compromisso com o maior investimento da história da Bahia, o maior investimento da história de Salvador com a proteção de vidas humanas, que é a contenção de encostas. Nós vamos seguir fazendo entregas, para evitar desmoronamento de encostas, desabamentos e óbitos. Queremos continuar assim para que mais pessoas se sintam protegidas, não só o seu patrimônio construído com muita luta, com muito trabalho, mas também as suas vidas”.

“Nessa região estamos fazendo 11 contenções, com investimento de R$ 11,5 milhões, que fazem parte do Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais. São ao todo R$ 202 milhões em encostas em Salvador e em Candeias, e a gente está salvando vidas. Está chovendo muito, felizmente nós não tivemos nenhum incidente grave até o presente momento, devido a esse programa de encostas que estamos fazendo”, declarou o secretário da Sedur, Nelson Pelegrino.  

A obra da contenção desta encosta contou com o investimento de R$1,1 milhão, sendo que a solução proposta para a intervenção foi a execução de painel com solo grampeado e cortina atirantada com revestimento em concreto projetado em 1.677,46 metros quadrados. Além disso, houve a implantação de dispositivos de drenagem. 

“Nas obras de contenção realizadas pela CONDER são utilizadas técnicas definitivas para construir a estrutura e, assim, evitar que ocorram deslizamentos em áreas específicas de risco alto e muito alto que estão sob a nossa responsabilidade”, esclarece Maurício Mathias, diretor de Habitação de Urbanização Integrada da CONDER. Segundo ele, trata-se do maior programa de estabilização de encosta já realizado na capital baiana, que já beneficiou um contingente de 156 mil pessoas. 

Para o frentista Mário Santos, morador da localidade há 47 anos, além da retirada do mato, a contenção proporciona segurança para todos. Os benefícios para o feirante Ananias Gonçalves também se refletem na valorização da região: “Aqui era feio demais. Agora, parece até um cartão postal. Isso é um presente pra gente”, comemora.

Programa

Desde que o programa teve início, em 2014, 71 localidades de Salvador e três de Candeias já foram beneficiados com investimentos que ultrapassam o valor de R$ 120 milhões. Estão sob os cuidados da CONDER 109 áreas de risco alto e muito alto de Salvador, a exemplo dos bairros de Cajazeiras, Palestina, São Cristóvão, Castelo Branco, Bela Vista do Lobato, Liberdade, Paripe, Alto do Peru, Pau da Lima, Pirajá, Plataforma, Beiru, Coutos, entre outros. Em Candeias foram construídas contenções nas ruas Cajueiro, Santa Clara e Sarandi. Este ano, 11 contenções já foram concluídas, beneficiando só no primeiro semestre cerca de 36 mil pessoas na capital baiana.

Recursos

Foram captados recursos na ordem de R$ 156 milhões do PAC - Prevenção de Desastres Naturais do Governo Federal para a construção de contenções em 98 pontos considerados de risco alto e muito alto – conforme classificação do plano diretor da capital baiana para as áreas mais suscetíveis à deslizamento de terra. Os benefícios foram estendidos para outros 14 locais vulneráveis, sendo 3 em Candeias e 11 em Salvador, onde estão sendo investidos mais R$ 56 milhões.  As áreas mais afetadas estão localizadas no miolo da cidade e no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

Fonte: Ascom CONDER

Fotos: Alberto Coutinho/GOVBA

Termos